23/08/2015

É isto que a RTP transmite com o meu dinheiro ?

Debaixo de um calor de mais de 30º, sem vento e depois de terem permanecido mais de 12 h metidos numa divisória de metal de um camião onde mal se podem mexer, os 6 touros vão ser "lidados" na praça.

Vão ser perfurados com ferros (bandarilhas) que medem 70 cm de comprimento, enfeitadas com papel de seda de variadas cores e rematadas com um ferro de 8 cm, com um arpão de 4 cm de comprimento e 20mm de largura, com farpas ou ferros compridos e ferros curtos que medem, respectivamente, 140 cm e 80 cm de comprimento, com ferragem idêntica à da bandarilha, mas com dois arpões enfeitados e rematados da mesma forma que as bandarilhas.


Os ferros que lhe penetram e rasgam o músculo, provocarão uma dor lancinante (o touro sente até uma mosca pousar-lhe no dorso - daí abanar com a cauda para a enxotar - porque não haveria de sentir dor se é feito de carne e osso como nós?). Depois de lhe serem cravados os ferros, exaustos e debilitados, enfraquecidos, vão ainda ser atormentados por 8 homens que o vão provocar, tentar imobilizar, saltar-lhe para cima e puxar-lhe violentamente a cauda (vértebras serão partidas) e humilhá-lo.

Depois será obrigado a recolher ao camião, como alguém me dizia hoje de manhã, "puxado e arrastado tão violentamente por cordas que se fica com a sensação que lhe vão arrancar os cornos".

No camião, ser-lhe-ão arrancados os ferros, a sangue frio, cortando a carne à volta do arpão com uma faca, deixando-lhe o dorso esburacado em carne viva...
Depois da "festa rija", quando os espectadores tiverem dificuldade em manter-se em pé, o touro vai ser levado para o matadouro, no mesmo camião onde não se pode mexer, deixando atrás de si um rasto de sangue e diarreia.

Hoje é sexta-feira. Amanhã é sábado, os matadouros não trabalham. Domingo também não. Com sorte e, se não tiverem morrido até lá, os touros serão finalmente mortos na segunda-feira, depois de atordoados com choques eléctricos e pendurados de cabeça para baixo.

Terão Paz afinal. 

É ISTO QUE A RTP TRANSMITE COM O MEU DINHEIRO??  

por Pedro Martins Santos

10 comentários:

  1. Se eu não sei respeitar os outros animais, eu não sei respeitar a mim mesmo. Os outros animais tb sentem e sofrem - Têem alma

    ResponderEliminar
  2. Qualquer animal antes de ser abatido está 24 horas sem comer para esvaziar o intestino, o que é horrível para os herbívoros que estão sempre a comer!!! Quanto aos toiros bravos, têm uma longa vida no campo , cerca de 5 anos, enquanto que a vaca de leitinho e o novilho do bifinho vive amarrado a uma mangedoura, sem ver o Sol a vida toda e são abatidos cobardemente nos matadouros sem nunca terem na realidade vivido!!!!! Só queria dizer que se eu tivesse nascido toiro, preferiria ter nascido de raça brava. Subscrevo-me: Isabel, eng.ª zootécnica que já visitou matadouros!! E o senhor ?? Já visitou algum???? Para combater as toiradas, deixem de ser carnívoros!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  3. http://www.pgdlisboa.pt/leis/lei_mostra_articulado.php?tabela=leis&nid=2213&pagina=1&ficha=1

    ResponderEliminar
  4. Eu sou contra as touradas e a carne industrializada... No entanto não podemos simplesmente deixar de comer carne ou peixe, pois conferem nutrientes importantes à nossa alimentação e isto é um facto. Agora que se poderia adoptar novas medidas para evitar o sofrimento, acredito piamente que sim, pois poderia haver espectáculo sem sangue e sem humilhação, como os forcados fazem, pois é um espectáculo de igual para igual, em que enfrentam o animal com o seu corpo e se houver sangue será do forcado e não do animal, pelo menos do pouco que conheço da tourada. Poderia haver criação de gado ao ar livre sem terem que consumir ração industrializada e entre outras coisas que só não o fazem pelo facto da ganância do dinheiro ser mais forte que a própria dignidade dos animais e até mesmo a dignidade do homem que vai por água abaixo com os maus tratos que deposita nas restantes espécies...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ... Não,não é um espectáculo de igual para igual. Quando chega a vez dos forcados já o touro está debilitado da tortura prévia. Acabem de uma vez com essa infâmia. E sim, podemos viver saudavelmente sem carne
      (peixe incluído). À engª zootécnica que posta acima: quem sabe se numa próxima reencarnação? :)

      Eliminar
    2. ... ah só agora me apercebi que é de Coruche... Compreende-se...

      Eliminar
  5. ... ou não! Mulheres apreciadoras de tortura faz-me muitíssima confusão.

    ResponderEliminar
  6. A MORTE COMO ESPECTÁCULO DE UM QUALQUER SER VIVO PARA GÁUDIO DE OUTROS SERES VIVOS, É UM ACTO PRIMITIVO E CLARAMENTE REVELADOR DE MENTES PSICOPATAS EM POTENCIA. POIS ESTES ÚLTIMOS SEGURAMENTE ESTARIAM DE ACORDO COM AS ARENAS ROMANAS E OS SEUS JOGOS, EM ESPECIAL O DOS GLADIADORES. ENQUANTO EXISTIR GENTE COM ESTE ADN, O MUNDO ESTÁ SUJO E INFECTADO.

    ResponderEliminar